date Duas Leitoras | Literatura e entretenimento: {Resenha} Quarto - Emma Donoghue

03/08/2016

{Resenha} Quarto - Emma Donoghue

03/08/2016
Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o Quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la.

O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.
Título: Quarto|Autora: Emma Donoghue|Editora: Verus|Skoob|Avaliação: 3/5
Quarto não é a história de uma mulher que foi sequestrada ainda adolescente e acabou gerando um filho de seu abusador. Quarto é a história desse filho e sua relação com esse mundo que ele conhece e acredita ser o único existente, que pra mãe não passa de uma prisão.

Emma Donoghue livro Quarto

Dentro de um cubículo, a Mãe consegue diversificar a rotina do filho a tal ponto que ele acaba gostando daquilo, se apegando àquilo. Livros, brinquedos e brincadeiras estão mais presentes do que na vida de muitos que vivem no "Lá Fora" e isso me fez questionar: será que muitos de nós não estão vivendo em um Quarto, mesmo que no sentido figurado?
As pessoas também, bombeiros, professores, ladrões, bebês, santos, jogadores de futebol e gente de todo tipo, eles todos estão mesmo no Lá Fora. Mas eu não estou lá, eu e a Mãe, nós somos os únicos que não estão lá. Será que ainda somos reais?
No início, a narrativa é ágil até demais. Precisei me concentrar muito pra não me perder nos pensamentos de Jack. A linguagem é um pouco madura para a idade do narrador, apesar da pureza ser perceptível na forma com que ele trata os objetos que os rodeiam: como se fossem seres vivos, não meras "coisas". Um ponto positivo foi a escrita ser mantida como uma criança costuma falar no processo de  alfabetização: fazeu, mais maior, trazeu...

Jack possui a inocência que só as crianças possuem, mas ela é ainda mais acentuada porque, aos cinco anos de idade, absolutamente tudo é novo pra ele no Lá Fora, e entende o que lhe dizem de forma literal - muitas vezes sendo irritante, confesso. Jack demora a se acostumar com o mundo propriamente dito e se recusa a acreditar que aquele é seu lar, pedindo para voltar para o Quarto. Aqui também cabe uma reflexão acerca do comodismo a que muitos estamos habituados, preferindo ficar dentro de uma "caixa" a sair para o mundo, que nos causa medo e estranheza.
No Quarto a gente sabia como tudo se chamava, mas no mundo tem tanta coisas que as pessoas nem sabem os nomes.
Pude perceber que a fuga do Quarto foi um "divisor de águas", mas nem sempre da melhor forma. Antes, a Mãe era amorosa, atenciosa e tinha um cuidado extremo com Jack. Depois, ao se confrontar com questões antes não pensadas, entrevistas, curiosos e paparazzis, ela se torna relapsa e distante.

Quarto Emma Donoghue

Apesar dos pontos positivos, Quarto foi uma leitura arrastada, maçante. Demorei mais de um mês para concluir e, sinceramente, só concluí porque já estava perto do fim, ou teria abandonado. Se o livro tivesse pelo menos 50 páginas a menos, seria bem melhor. Descrições demais, repetições demais, em certo momento até perdeu o sentido.
No mundo, eu noto que as pessoas vivem quase sempre tensas e não têm tempo. Acho que o tempo é espalhado muito fino em cima do mundo todo [...] por isso só tem um tiquinho de tempo espalhado em cada lugar, e aí todo mundo tem que correr pro pedaço seguinte.
O fato de ser narrado única e exclusivamente por Jack foi, ao meu ver, um erro da autora. Um capítulo sob a perspectiva de Joy já teria deixado a obra mais interessante, mais rica. Quem sabe até mesmo capítulos voltando no tempo, antes do sequestro ou antes de Jack nascer, ou o ponto de vista do Velho Nick, não sei... em geral, não gosto de narrativas por um único ponto de vista e com esse livro não foi diferente.

E você aí, já leu? Assistiu ao filme? Achei a Mãe tão diferente no filme... estúpida, arrogante, sei lá... também não curti muito. Me contem o que acharam do livro/filme/resenha!

A garota do calendário sorteio
Acompanhe o blog nas redes sociais:

24 comentários:

  1. "Quarto não é a história de uma mulher que foi sequestrada ainda adolescente e acabou gerando um filho de seu abusador. Quarto é a história desse filho e sua relação com esse mundo que ele conhece e acredita ser o único existente, que pra mãe não passa de uma prisão." As primeiras palavras da sua resenha me ganharam. Não sei explicar, mas elas me instigaram muito a ler esse livro. Ouvi muita coisa a respeito da obra e a adaptação cinematográfica, porém não apreciei nenhuma das duas ainda. A história pelo ponto de vista do garoto deve ser deveras interessante. Vou colocar na minha wishlist.

    Beijão,
    www.ninaesuasletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Janaína!
      Esperei por esse livro por muito tempo, acho que por isso me decepcionei rs
      Espero que goste mais do que eu
      Beijos

      Excluir
  2. Ual! Só tinha visto a capa do livro e não chamou minha atenção, mesmo assim sua resenha me deixou curiosa para ler ele. Está ótima sua resenha. Nem sabia que tinha o filme haha
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem o filme sim haha aliás o livro bombou depois que o filme foi indicado ao Oscar
      Beijos

      Excluir
  3. Ola Kemmy! Que pena que a leitura não foi prazerosa, já tive algumas leitoras assim. Olha, o filme desse livro foi bem comentado por causa da indicação ao Oscar, não é? Por isso tive vontade de ler, achava instigante e tudo mais. Mas não cheguei a pegá-lo. Outra, em todas as resenhas ainda não tinha lido que a mae se tornava um pouco diferente , que pena não é??
    Concordo com você sobre ter opiniões da mae também, sabe que eu prefiro os livros que tenham as duas opiniões? Acho que fica bem mais rico mesmo.
    Obrigada pela resenha, abraços 😄

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, ele bombou depois da indicação ao Oscar, antes disso acho que ninguém conhecia kkkk
      Abraço

      Excluir
  4. Esse livro é perfeito. Foi angústiante acompanhar a fuga de Jack. Sofri horrores. A leitura foi rápida e gostosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que teve uma experiência melhor que a minha :)

      Excluir
  5. Oi Kemmy!

    Não é um livro fácil, é bem pesado né? talvez vc goste mais do filme, que tem um dinâmica diferente! mas como eu não vi o filme não posso afirmar se é melhor ou pior rsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi
      Não achei um livro pesado, não... achei bem chatinho por conta da forma como Jack encara o mundo. Também não curti muito o filme haha acho que ando meio chata!
      Bjs

      Excluir
  6. Olá!
    Vi o filme e gostei muito. Fiquei angustiada e tensa do começo ao fim. Quero muito ler o livro. Fiz uma troca pelo Skoob e em breve terei ele em mãos. Achei a "mãe", no filme, bem arrogante e não era um apessoa simpática,sei lá. talvez pelo sofrimento vivido ficou amargurada. Já no livro não sei como é o personagem. Curiosa pela leitura. Ótima resenha. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No livro ela é bem diferente! Por isso não curti o filme.
      Beijos

      Excluir
  7. Que livro incrível! Eu amei a sua resenha e sim, vou comprar esse livro o mais rápido possível! Tô ansiosa para ler!

    ResponderExcluir
  8. Quarto está na minha lista de desejados, mas o preço não me permitiu comprar ainda :x
    Não assisti ao filme, porque pretendo ler realmente e não curto ler nada pra assistir à adaptação depois. Só tinha visto elogios sobre ele e sua resenha foi boa para abrir meus olhos, pensarei em tudo isso antes de ler. Espero que a leitura não seja arrastada também, já estou toda atrasada, não posso dar mole não hahaha.


    (Carol)

    Conhece o nosso blog? ourbravenewblog.weebly.com
    Estamos sempre retribuindo visitas e comentários de amigos blogueiros :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nem sei como não desisti desse livro haha
      e realmente o preço não é dos mais convidativos!

      Excluir
  9. Oiiee, tudo bom?
    O livro parece ser bom, mas como você mesmo disse é uma leitura arrastada, eu não pretendo ler o livro, mas pretendo ver o filme, e espero gostar do filme, e creio que acabe sendo uma leitura mais arrastada, porque por mais que para Jack a sua vida era normal, a sua mãe sofria toda carga ali dentro do quarto e só depois de saírem que ele passa a ver o resto do mundo.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila
      Pra mim foi uma leitura beeeeeeeeem arrastada mesmo, com certeza não leria novamente!
      Beijos

      Excluir
  10. Oi Kemmy, tudo bem? Ainda não li o livro e nem vi o filme. Mas a história me angustia demais sabe? Acho muito triste :(
    Mas nem sabia que o foco está na vida do menino. Achei que ele só surgia depois.
    Acho que desta forma, o livro consegue ser um pouco, um pouco só, mais leve, não é?
    Pena que você não curtiu tanto. Assim que conseguir, vou conhecer.
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi
      É sim, ele fica bem mais leve por conta da ingenuidade de Jack, mas justamente por essa ingenuidade fica muito chato também kkk não tenho paciência para narradores infantis, eu acho
      Beijos

      Excluir
  11. Esse livro está na minha lista de desejados há um tempo.
    Só li elogios a respeito dele. Que pena que para vc foi uma Leitura cansativa!
    Minhas expectativas estão altas; espero não me decepcionar.
    Ainda não assisti o filme, pq pretendo ler o livro primeiro.
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre que espero demais acabo me decepcionando e acho que foi isso que aconteceu nesse caso :/
      Obrigada!

      Excluir
  12. Oi!
    Ainda não li esse livro mas estou vendo muitos comentários sobre ele, achei a historia bem interessa por mostrar esse depois do sequestro e principalmente como o Jack vai conhecendo o mundo, outra coisas que gostei e como mostra essa ligação entre mãe e filho me deixando bem curiosa para pode ler, mas pela leitura arrastada algo que eu imaginava acabo desanimando para ler esse livro !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é, isso me desanimou bastante
      Mas vi vários comentários positivos, também!
      Acho que vai de cada pessoa :) seria legal você ler e vir me contar se realmente achou uma leitura arrastada, o que acha?
      Beijos

      Excluir

Os comentários passam por moderação, pois são todos lidos com muito carinho.

Ultimamente não tenho conseguido responder, mas retribuo as visitas de todos que deixam os links ao final do comentário. Beijos!