date Duas Leitoras | Literatura e entretenimento: Abril 2017

30/04/2017

Sobrevivi ao BEDA e nesse post conto como foi a experiência!

30/04/2017


Olá, pessoas.
Caso alguém não saiba/não tenha percebido, nesse mês de Abril eu me desafiei a participar do #BEDA. E o que é isso?

A sigla BEDA significa Blog Every Day In April (ou August). Ou seja, nos dois meses que começam com A (Abril e Agosto), alguns blogueiros doidos postam absolutamente todo dia! 

Pode parecer fácil num primeiro momento, mas acreditem: não é! Tirar e editar fotos, escrever e revisar textos, divulgar novas postagens em diversas redes sociais TODOS os dias, principalmente em blogs que não têm muitos colaboradores é MUITO difícil. Toma tempo, e não vamos esquecer que todos temos vida fora da Internet, certo?

Alguns são mais doidos e vão além: fazem VEDA, ou seja, vídeos todos os dias. Acredito que para conseguir um bom resultado tem que começar a gravar e editar antes do mês começar, caso contrário a pessoa sem dúvidas desistirá. Arranjar tempo para gravar e editar vídeos é ainda mais complicado.

Enfim, foi uma experiência super válida porque consegui colocar em dia muitas postagens que estavam atrasadas, e também porque percebi do que sou capaz! Não sei se vou repetir a dose em Agosto, mas sei que nunca esquecerei do meu primeiro #BEDA. Vamos ver o que rolou por aqui esse mês?

RESENHAS DE LIVROS
A estrela que nunca vai se apagar (Esther, Lori e Wayne Earl)
Antes de dormir (S. J. Watson) 
Fragmentados (Neal Shusterman)
Joyland (Stephen King)
Juntando os pedaços (Jennifer Niven)
Não era eu, era você (Renata Varela)
O segredo do meu marido (Liane Moriarty)
Para sempre (Kim e Krickitt Carpenter)

CRÍTICAS DE FILMES E SÉRIES

TOP 5

TAGs

PROMOÇÕES

TRECHOS DE QUARTA

OUTROS

Me contem de qual post vocês mais gostaram! Vou adorar saber ♥
POST VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA DE ABRIL 
PARTICIPE ATÉ 02/05

29/04/2017

{Resenha Dupla} Não Era Eu, Era Você - Renata Varela

29/04/2017
Título: Não era eu, era você - Um romance sobre assumir, perdoar e cometer erros
Autora: Renata Varela
Editora: Amazon
Ano: 2016
Páginas: 263
Skoob
Avaliação: 3/5
* e-book cedido pela autora parceira *

Francine se orgulha de várias coisas.
Ela sabe que é uma ótima corretora de imóveis e se orgulha de ser valorizada em sua profissão. Francine também sabe que o amor de sua família é grande e se orgulha da relação que mantém sempre balanceada com as irmãs, Franciele e Fernanda. Ela também se orgulha de ter o coração "de pedra", como costumam descrever, e não ter se apaixonado de verdade desde os quinze anos.
Agora, Francine acaba de completar vinte e cinco verões. Está no começo da vida, na flor da idade, e esse ano tem tudo para ser o melhor de sua vida. Ela está no topo de tudo, mas, se há um problema de estar no topo, é que o vento lá por cima é sempre muito forte; pode fazê-la despencar em um piscar de olhos.

Olá, pessoas. 
Uma coisa que eu já queria colocar em prática e que recentemente foi sugerida pela seguidora Girlene Viey (obrigada, Girlene!) é realizar resenha dupla, ou seja, um mesmo livro é lido por mim e pela Júllia e postamos os diferentes pontos de vista sobre ele. Vocês sabem que romance não é meu forte, mas escolhi estrear a coluna com Não era eu, era você, da autora parceira Renata Varela.

28/04/2017

{Resenha} Joyland - Stephen King

28/04/2017
joyland stephen king
Título: Joyland
Título original: Joyland
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Ano: 2015
Páginas: 240
Skoob
Avaliação: 4/5
 * livro do acervo pessoal da blogueira *
Carolina do Norte, 1973. O universitário Devin Jones começa um trabalho temporário no parque Joyland, esperando esquecer a namorada que partiu seu coração. Mas é outra garota que acaba mudando seu mundo para sempre: a vítima de um serial killer.
Linda Grey foi morta no parque há anos, e diz a lenda que seu espírito ainda assombra o trem fantasma. Não demora para que Devin embarque em sua própria investigação, tentando juntar as pontas soltas do caso. O assassino ainda está à solta, mas o espírito de Linda precisa ser libertado — e para isso Dev conta com a ajuda de Mike, um menino com um dom especial e uma doença séria.
O destino de uma criança e a realidade sombria da vida vêm à tona neste eletrizante mistério sobre amar e perder, sobre crescer e envelhecer — e sobre aqueles que sequer tiveram a chance de passar por essas experiências porque a morte lhes chegou cedo demais.

Olá, pessoas.
Tive uma experiência incrível com Stephen King, quando li O cemitério, há vários anos.
No entanto, comecei a ler O iluminado um tempo depois e a leitura não fluiu. Assim, evitei o autor até poucas semanas atrás, quando me entreguei a Joyland. Foi uma ótima experiência, embora não tão boa quanto a primeira:

27/04/2017

Li até a página 100 #3: Perdida

27/04/2017
Olá, pessoas.
Mesmo depois de muito me indicarem Carina Rissi, eu relutava em começar a lê-la. Não sei por que fiz isso, sério! Ela é boa demais, super divertida. Agora já passei da página 100, mas ainda assim quero contar um pouquinho sobre esse livro super conhecido dela, que é o Perdida. Eu provavelmente não vou resenhar esse livro separadamente, apenas a série completa quando eu finalmente terminá-la, ok?


Primeira frase da página 100:

Ela acha que eu não tenho vida, apenas trabalho e trabalho, e que nunca vou arrumar um namorado se ficar trancada em casa ou no escritório.

Do que se trata o livro?

De uma moça que vive no século XXI, ama tecnologia, e que de repente se vê presa no século XIX. Ela precisa cumprir algumas tarefas para poder voltar ao seu tempo certo, mas ela sequer sabe que tarefas são essas. Em 1830, ela conhece Ian Clarke e aí tudo começa a ficar mais difícil: como resistir aos encantos de um cavalheiro como ele? Como se apaixonar por alguém que vive quase dois séculos antes dela, sem sair machucada?

O que está achando até agora?

Estou me achando idiota por não ter lido Carina Rissi antes. Ela escreve muito bem, tem uma narrativa muito fluida e engraçada. Além disso, tem uns misteriozinhos que me deixam instigada. Toda vez que chego ao final de um capítulo sei que preciso ler mais um, porque o anterior termina sem explicação.

O que está achando da personagem principal?

Sofia é muito divertida! Ela tem todas as gírias das pessoas de sua época e tem que ficar explicando para aqueles do ano 1830. Além disso, ela precisa conviver com a falta do chuveiro, dos sanitários, do sexo e com a presença constante de vestidos que a fazem se sentir um bombom. 

Melhor quote até agora:

Fiquei gelada. Nina cuidando de um bebê! Um bebê que chora e vaza meleca por vários orifícios diferentes. O tempo todo! Se bem que, se ela era capaz de suportar o Rafa, com seus quase dois metros de altura, resmungando e pedindo coisas o tempo todo, seria capaz de cuidar de um bebê de cinquenta centímetros e que, com certeza, reclamaria muito menos.

Vai continuar lendo?
É provável que quando essa postagem for ao ar eu já tenha concluído a leitura (obrigada, postagens programadas!) mas já quero ler tudo da Carina Rissi. Ainda bem que tenho mais uns cinco dela aqui esperando na fila ♥

Última frase da página:

- Você só não consegue aprender meu nome. Estou começando a pensar que faz isso de propósito, só para me irritar! - eu disse, ainda muito espantada que ele conhecesse (ao que parecia) diversas línguas estrangeiras.

Leia também:

Já leram esse ou outro livro da Carina Rissi? Gostaram? Me contem!
POST VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA DE ABRIL 
PARTICIPE ATÉ 02/05

26/04/2017

Trechos de quarta #3

26/04/2017
E mais um Trechos de Quarta por aqui!

Funciona assim:
Qualquer um pode jogar, basta fazer o seguinte,
Pegue sua atual leitura
Escolha seu trecho preferido,
Compartilhe um trecho do livro
Compartilhe o título e o autor também...

Não era eu, era você
Renata Varela


“Segundas chances são sobre o que deu certo uma vez. E nós não demos certo nunca. Só achamos, mas achar não ajuda em nada.”

Ah, quantas pessoas não se identificam com essa simples frase, hein? Você é uma delas? Me conta!
POST VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA DE ABRIL 
PARTICIPE ATÉ 02/05

25/04/2017

{TOP 5} Coisas que eu não gosto na aparência de livros

25/04/2017
Olá, pessoas.
Mesmo amando livros, existem coisas neles que nos incomodam às vezes, certo?
Por isso, listei aqui cinco coisas que eu não gosto na aparência dos livros:

Vem ler e me diz se concorda, se retiraria ou adicionaria outros itens nessa lista:

1. Fonte pequena 

Esse teve um exemplo destacado aqui recentemente: O segredo do meu marido. Apesar de ser um livro envolvente, o tamanho da fonte fez com que a leitura se arrastasse, pois eu acabava pegando no sono sempre que começava a ler. Alô, Intrínseca!

2. Lombada sem número de série 


Antes de ter os livros da série Perdida, eu não fazia ideia de qual era a ordem dos livros. Ok que dá para "presumir" pelos títulos, mas eu gostaria de ter certeza. Além disso, se a editora se deu ao trabalho de escrever Um livro da série Perdida em todas as capas e lombadas, por que não colocar um numerozinho que facilitaria nossa vida?
Ah, essa série também se encaixaria perfeitamente no item 4, mas para ele preferi outro exemplo.

3. Capa que não condiz com o conteúdo/capa genérica

É tão gostoso olhar uma capa, se encantar com ela e ficar imaginando onde aquela cena se encaixa na leitura! É tão frustrante quando você chega ao fim do livro e não entende por que colocaram aquela capa ali. Além disso, tenho um grande problema com os livros do Nicholas Sparks, que sempre tem o mesmo estilo de capa: um casal quase se beijando. Ainda bem que a Arqueiro resolveu relançar com capas mais singulares.

4. Capas de séries que não combinam entre si 


Novo Conceito: PELO AMOR DE DEUS! Sério, por que vocês fizeram isso conosco? Pelo que pesquisei, a terceira capa segue o estilo das originais, mas então POR QUE NÃO FIZERAM ISSO DESDE O PRINCÍPIO? Sério, quando vi o lançamento com essa capa eu queria pular no pescoço de alguém. Talvez relancem os dois primeiros volumes com o mesmo padrão do terceiro, mas e quem já tem (como eu), fica como? Quero respostas, Novo Conceito!

5. Páginas finas e/ou brancas

O problema das páginas brancas é que ela cansam a vista e, assim, dá sono muito rápido. Além disso, essas páginas costumam ser bem mais finas, transferindo o conteúdo de um lado da folha para o outro, o que atrapalha a leitura. Não é que eu NÃO leia livros com essa característica, mas enquanto eu puder evitar, evito.

E aí, concorda com os itens da minha lista? Quais itens você colocaria na sua?

POST VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA DE ABRIL 
PARTICIPE ATÉ 02/05


24/04/2017

{Resenha} Juntando os pedaços - Jennifer Niven

24/04/2017
Título: Juntando os pedaços
Título original: Holding Up The Universe
Autora: Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Ano: 2016
Páginas: 392
Skoob
Avaliação: 4/5
* livro do acervo pessoal da blogueira *
Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.

Ainda não li Por lugares incríveis, mas depois desse livro com certeza quero ler! Pela premissa, o outro tem tudo para ser ainda melhor.

23/04/2017

{Série} Girlboss (2017)

23/04/2017
Olá, pessoas.
Recentemente eu maratonei Santa Clarita Diet. É uma série engraçada e tem um elenco ótimo, mas eu sentia que algo estava faltando, embora não soubesse dizer o que era.
Quando eu assisti Girlboss eu entendi o que era.

Do lixo ao luxo: Girlboss é uma série baseada na vida de Sophia Amoruso, empresária multimilionária do mundo da moda que já roubou e catou lixo para ter o que comer.

primeira temporada girlboss netflix




22/04/2017

{Resenha} O segredo do meu marido - Liane Moriarty

22/04/2017
Título: O segredo do meu marido
Título original: The Husband's Secret
Autora: Liane Moriarty
Editora: Intrínseca
Ano: 2014
Páginas: 368
Skoob
Avaliação: 4.5/5
* livro do acervo pessoal da blogueira *

Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta para ser aberta apenas depois que ele morresse. Imagine também que essa carta revela o pior e o mais profundo segredo dele - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você esbarra nessa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo...
Emocionante, O segredo do meu marido é um livro que nos convida a refletir até onde conhecemos nossos companheiros - e, em última instância, a nós mesmos.

Apesar de comentarem comigo que Pequenas Grandes Mentiras (recentemente adaptado pela HBO) é melhor que O segredo do meu marido, resolvi conhecer a autora por esse. Ela não me decepcionou.

21/04/2017

Bookshelf Tour #1 - 2017 + SORTEIO [ENCERRADO]

21/04/2017
Olá, pessoas.
Como comentei no vídeo do Book Haul, comecei a gravar o Bookshelf Tour pra vocês.


Iniciei pela prateleira que abriga minhas metas de leitura.
Fiquem atentos para não perder a chance de participar do sorteio (regras na descrição):



Skoob: Adeus a Berlim
POST VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA DE ABRIL 
PARTICIPE ATÉ 02/05

20/04/2017

{TOP 5} Doramas que eu amo

20/04/2017
Olá povo querido, voltei pela milésima vez ♥
Não só voltei com esse post no blog, como também voltei a assistir doramas. Eu tinha parado por quase 1 ano, não lembro por que, só parei xD 
Voltei tem uns meses, então resolvi fazer um TOP 5 de doramas para vocês ♥





Lembrando que sou dorameira old school, então terão muitos doramas que não são atuais :P
Vamos lá:

Dorama ((ドラマ) é a definição generalizada do gênero série de televisão oriental, seja ela J-Drama (drama japonês), K-Drama (drama coreano), TW-Drama (drama taiwanês), C-Drama (drama chinês) e até mesmo os Live-Action (adaptações de mangá ou anime para a vida real, geralmente filmes). Fonte: Wikipedia

19/04/2017

Trechos de Quarta #2

19/04/2017
E mais um Trechos de Quarta por aqui!

Funciona assim:
Qualquer um pode jogar, basta fazer o seguinte,
Pegue sua atual leitura
Escolha seu trecho preferido,
Compartilhe um trecho do livro
Compartilhe o título e o autor também...

Não conte a ninguém
Harlan Coben


“Amigos bem-intencionados - esses são os piores - diziam os clichês usuais, por isso posso alertar você: simplesmente exprima suas profundas condolências. Não me diga que ainda sou jovem. Não me diga que vou ficar bem. Não me diga que ela está num lugar melhor. Não me diga que sua morte faz parte de algum plano divino. Não me diga que tive a sorte de viver aquele amor. Cada um desses lugares-comuns me deixava furioso. Eles só me faziam - sei que você vai me achar cruel - pensar no idiota que estava dizendo aquilo e me perguntar por que ele ou ela ainda respirava enquanto Elizabeth apodrecia.” - p. 20
POST VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA DE ABRIL 
PARTICIPE ATÉ 02/05

18/04/2017

{Tutorial} Como legendar vídeos para o Youtube facilmente

18/04/2017
Olá, pessoas.
Talvez vocês tenham olhado o título desse post e pensado: "o que isso tem a ver com livros?" e eu respondo:
1. O blog tem foco na literatura, mas não fala unicamente disso;
2. Há um tempo, uma autora parceira aqui do blog comentou que não acompanhava canais literários porque ela nunca havia visto um com vídeos legendados e, como ela é surda, ficava difícil entender apenas com leitura labial. Foi aí que eu comecei a perceber que, realmente, pouquíssimos vídeos são legendados no Youtube e desses, a maioria tem legenda automática, que não é nada confiável.



Portanto, eu decidi que quando começasse a gravar vídeos, eles seriam devidamente legendados e faço esse apelo para os Booktubers: legendem seus vídeos! Surdo gosta de ler e gosta de indicação de livro também!
É super simples adicionar as legendas e você pode fazer isso até mesmo pelo Windows Movie Maker, que vem instalado em todo PC com Windows:



Pode parecer besteira, mas muita gente ainda não sabe como fazer isso e/ou não tem ideia do quanto é importante, portanto compartilhe com seus amigos e, se você produz vídeos, comece a legendá-los.
Por uma blogosfera mais inclusiva, eu voto sim!
POST VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA DE ABRIL 
PARTICIPE ATÉ 02/05

17/04/2017

{TAG} No país das maravilhas

17/04/2017
Olá, pessoas.
Como eu amo TAGs e adoro Alice no País das Maravilhas, tive que vir dar minhas respostas quando vi essa postagem no blog Sonho Inverossímil. A TAG foi criada pelo Menino Dos Livros, ok?






São sete perguntas que relacionam personagens do clássico Alice no país das maravilhas e suas características com livros:

16/04/2017

{Resenha} Fragmentados - Neal Shusterman

16/04/2017
Título: Fragmentados #1
Título original: Unwind
Autor: Neal Shusterman
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 320
Skoob
Avaliação: 5/5
* e-book do acervo pessoal da blogueira *

Em uma sociedade em que os jovens rejeitados são destinados a terem seus corpos reduzidos a pedaços, três fugitivos lutam contra o sistema que os fragmentaria .
Unidos pelo acaso e pelo desespero, esses improváveis companheiros fazem uma alucinante viagem pelo país, conscientes de que suas vidas estão em jogo. Se conseguirem sobreviver até completarem 18 anos, estarão salvos. No entanto, quando cada parte de seus corpos, desde as mãos até o coração, é caçada por um mundo ensandecido, 18 anos parece muito, muito longe.
O vencedor do Boston Globe-Horn Book Award, Neal Shusterman, desafia as ideias dos leitores sobre a vida: não apenas sobre onde ela começa e termina, mas sobre o que realmente significa estar vivo.

Comecei a ler sem altas expectativas (isso geralmente é bom) e me surpreendi. Fragmentados foi uma das minhas melhores leituras de Março/2017:

15/04/2017

14 de abril de 2017

15/04/2017
Olá, pessoas.
Eu mantenho uma agenda em que vou anotando algumas coisas importantes que quero que meu filho leia quando tiver idade apropriada. Esse é um dos textos contidos nela.

Imagem: Pixabay




14 de abril de 2017

Filho, ontem me dei conta do quanto você está independente. 
Depois de tantos tombos, machucados, choros e até mesmo um galo na testa, você finalmente aprendeu a andar. Eu sei que muitos outros tombos virão, mas sei também que estou dando o meu melhor para criar um menino esperto que sabe se levantar sozinho.

Eu sei que pode parecer bobo e até egoísta da minha parte, mas, meu Deus, como me dói pensar em você crescendo e se tornando mais e mais independente de mim. O bebê que ontem só queria ficar no colo, hoje está quase correndo por aí. 

Dói, filho. 

Dói porque eu e você fomos um só por meses. Dói porque pra sempre você será parte de mim, mas cada vez eu serei menos parte de você. Dói porque sei que nem sempre poderei estar ao seu lado, para te amparar, te abraçar, te beijar e te dizer que tudo vai ficar bem quando você cair.
 
Eu sei, filho, que muitos desses tombos que você vai sofrer na vida não serão no sentido literal da palavra, mas quero que saiba que, enquanto puder, estarei aqui para te ajudar a levantar quando você não conseguir fazer isso por si só.

Você é minha força quando me sinto fraca.
Você é minha alegria nos dias mais tristes.
Você é a companhia que eu espero ter pelo resto da minha vida.
Você é a materialização de um sonho.

Dependente ou independente de mim, eu sempre vou te amar.
POST VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA DE ABRIL 
PARTICIPE ATÉ 02/05

14/04/2017

{Book Haul} Março/2017

14/04/2017
Atenção: a partir de hoje, por tempo indeterminado, as postagens estarão programadas. Assim, só conseguirei aprovar os comentários, mas não atualizarei a tabela de Top Comentarista por um tempo.

Olá, pessoas. 
Lembra que na TAG Dia e Noite eu comentei que gravei um vídeo, mas ficou sem áudio? Pois é. Na verdade eu gravei dois, e um deles eu resolvi "salvar". Eu já estava com planos de legendar todos os meus vídeos, mesmo, então não foi nada demais. 
Mentira, foi sim. É trabalhoso e demorei horas, mas quero fazer isso para que pessoas surdas consigam entender. 



13/04/2017

{TAG} Dia e Noite

13/04/2017
Olá, pessoas.
Eu ia fazer esse post escrito, mas aí resolvi gravar. Gravei. Fui ver o vídeo: cadê o áudio? Então vamos de post, mesmo.

Fonte: Leituras & Gatices

A TAG consiste em responder algumas perguntas que iniciam com as letras que formam as palavras DIA E NOITE. Foi criada pelo canal Readigans e traduzida/adaptada pela Carolina Yokota, mas eu vi no Pequenos Vícios:

12/04/2017

Trechos de Quarta #1

12/04/2017
Olá, pessoas
Sempre vejo essas postagens no Daily Of Books e resolvi trazer a coluna pra vocês também, pois amo marcar trechos dos livros que estou lendo!

Funciona assim:
Qualquer um pode jogar, basta fazer o seguinte,
Pegue sua atual leitura
Escolha seu trecho preferido,
Compartilhe um trecho do livro
Compartilhe o título e o autor também...

Bom, eu ainda estou lendo Juntando os pedaços, mas desde o dia em que postei sobre ele apareceram novos trechos ótimos, então lá vai mais um que achei incrível:

Juntando os pedaços
Jennifer Niven


“Minha mãe dizia que, às vezes, outra pessoa é o centro das coisas, mas calhou de a gente estar ali. Às vezes, essa pessoa precisa aprender uma lição ou passar por determinada experiência, boa ou ruim, e a gente é só um acessório, como um ator coadjuvante em uma cena.” - p. 110
POST VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA DE ABRIL 
PARTICIPE ATÉ 02/05

11/04/2017

{Resenha} Antes de dormir - S. J. Watson

11/04/2017
Título: Antes de dormir
Título original: Before I Go To Sleep
Autor: S. J. Watson
Editora: Record
Ano: 2012
Páginas: 400
Skoob
Avaliação: 3/5
* e-book do acervo pessoal da blogueira *
Christine acorda numa cama estranha, ao lado de um homem com uma grossa aliança no dedo. Sua primeira reação é imaginar que na balada tenha se envolvido com um homem casado. Enquanto tenta se lembrar com esforço da noite anterior, entre pudores de ser descoberta pela esposa traída, ela finalmente se olha no espelho. E não reconhece o reflexo, pelo menos vinte anos mais velho do que esperava encontrar.

É então que o homem lhe revela algo perturbador: todos os dias, suas memórias desaparecem todas as vezes que ela dorme. O estranho, seu marido Ben, é obrigado a recontar a vida deles todas as manhãs. Encorajada por seu médico, ela começa um diário para ajudá-la a recompor as memórias dia após dia. Certa manhã, ela o abre e se depara com quatro assustadoras palavras: “Não confie em Ben”. E ela passa a se perguntar... Que acidente a fez ficar assim? Em quem ela pode confiar?

Tudo pode acontecer. Tudo acontece. Antes de dormir violenta toda e qualquer fabulação. É quase impossível não criar conjecturas que caem a cada página, para serem substituídas por outras teorias igualmente equivocadas. No centro deste romance surpreendente sobre memória, identidade e loucura, está uma pergunta aterrorizante. Como alguém pode viver se não consegue acreditar em si mesmo? Mais: como é possível se construir em menos de 24h?

10/04/2017

Li até a página 100 #2: Juntando os pedaços

10/04/2017
Olá, pessoas.
Faz tempo que não faço um Li até a página 100 por aqui, né?
Como eu contei na postagem sobre A arte de ser normal, vou usar essa coluna quando quiser falar de um livro que eu esteja gostando muito, quando tiver com vontade de abandonar ou quando não for resenhar a obra completa.
Nesse caso, é porque estou gostando muito do livro.



Primeira frase da página 100:
Bailey Bishop chora porque não acredita que eu tenha sido capaz de fazer uma coisa tão cruel com outro ser humano. Caroline fala principalmente sobre si mesma, mas meu irmão realmente quer saber se estou bem e o que aconteceu na diretoria.

Do que se trata o livro?
Juntando os pedaços é sobre Libby, a menina que já foi considerada a mais gorda dos EUA, e Jack, um garoto popular que tem prosopagnosia, um distúrbio que faz com que não consiga reconhecer rostos - mas ninguém sabe disso. Ambos precisam lutar diariamente contra algo que os incomoda profundamente.

O que está achando até agora?
No começo achei meio meh, é isso? Porque já ouvi falar muito bem. Mas não demorou pra eu começar a me encantar mais e mais pela história. A narrativa intercalada e os capítulos curtos fazem com que a leitura seja muito fluida e, apesar de ter uns momentos que cortam o coração, fico esperando pelo melhor.

O que está achando da personagem principal?
A Libby é uma querida! Dá vontade de abraçá-la e dizer o quanto ela é incrível. O Jack era um querido, mas fez uma coisa horrível e agora tô com ódio dele.

Melhor quote até agora:
Essa é a beleza do mundo. Neste exato momento, aquele garoto ali ou o outro não significam nada para mim, mas logo vamos nos conhecer, e isso vai mudar o mundo dele e o meu.
Vai continuar lendo?
Com certeza! Aliás, é o que vou fazer agora mesmo. Boa noite :)

Última frase da página:
A mensagem do Kam diz: Parabéns, princesa. Você venceu. Escolha o lugar pra gente pagar o jantar da vitória. Mas me faça um favor e não apanhe de outras garotas até lá. Então vem um minuto inteiro de gargalhada.
POST VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA DE ABRIL 
PARTICIPE ATÉ 02/05

09/04/2017

{Série} Santa Clarita Diet (2017)

09/04/2017
Olá, pessoas.
Como vocês sabem, só muito recentemente eu assinei Netflix - por causa de 13 Reasons Why, embora o trailer de Santa Clarita Diet tenha me deixado bem curiosa. Não tanto pela parte dos zumbis, mas tem a Drew Barrymore no elenco, oras! Claro que tive que conferir.

Os episódios são bem curtos, cerca de 30 minutos cada, então comecei e terminei em um mesmo dia, no entanto não foi tudo aquilo que eu esperava:

08/04/2017

{Pré-Venda} Mercy e Crônicas de Markus - Editora Xeque-Matte

08/04/2017
Olá, pessoas.
A Editora Xeque-Matte tem mais dois livros disponíveis em pré-venda na loja online: Crônicas de Markus (Marcio Zanini) e Mercy (Cacio Silva).



Caso não lembrem ou não conheçam, venham ler um pouquinho sobre cada um deles:

07/04/2017

Minhas 7 leituras de Março/2017

07/04/2017
Olá, pessoas.
Em Março eu consegui manter o mesmo ritmo de Fevereiro, o que não é tão ruim quanto pensei, levando em consideração que não terminei nenhum livro nesse mês de Abril. Pois é, as séries estão sugando meu tempo e minhas energias.
livros lidos em março/2017
Enfim, no mês passado eu tive leituras excelentes e outras nem tanto. Vamos ver um pouco mais sobre cada um dos livros?

06/04/2017

{Resenha} Sete minutos depois da meia-noite - Patrick Ness

06/04/2017
resenha sete minutos depois da meia noite
Título: Sete minutos depois da meia-noite
Título original: A Monster Calls
Autor: Patrick Ness
Editora: Novo Conceito
Ano: 2016
Páginas: 160
Skoob
Avaliação: FAVORITO! 💕
* livro do acervo pessoal da blogueira *

Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida.
A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00h07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido.
O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa muito frágil e perigosa. O monstro quer a verdade.
Baseado na ideia de Siobhan Dowd, Sete minutos depois da meia-noite é um livro em que fantasia e realidade se misturam. Ele nos fala dos sentimentos de perda, medo e solidão e também da coragem e da compaixão necessárias para ultrapassá-los.

Sete minutos depois da meia-noite não é o livro que se explica. É um livro que se lê, e mesmo sem entender completamente, você ama demais. De qualquer forma, vou tentar explicar o que senti durante essa leitura maravilhosa.

05/04/2017

{Resenha} Para sempre - Kim e Krickitt Carpenter

05/04/2017
Título: Para sempre
Título original: The Vow
Autores: Kim e Krickitt Carpenter
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Páginas: 144
Skoob
Avaliação: 3/5

* livro do acervo pessoal da blogueira *
  
A vida que Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a "Krickitt" com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava.

Olá, pessoas.
Na verdade era para essa postagem ser mais uma da coluna Livro que virou filme, mas só encontrei o filme numa qualidade péssima de imagem e áudio, então acabei deixando pra lá. Vamos de resenha, mesmo :)

04/04/2017

{Livro que virou filme} Os delírios de consumo de Becky Bloom

04/04/2017
A coluna Livro que virou filme é para comparar livros que li com adaptações que assisti, ressaltando o que há de melhor e pior em cada um.

Olá, pessoas. Esse ano li três livros da Sophie Kinsella: À procura de Audrey, Fiquei com o seu número e Os Delírios de Consumo de Becky Bloom, sendo que esse último foi de longe o pior deles. Pra vocês terem uma noção, eu avaliei com 2,5 estrelas no Skoob.
Em compensação, a adaptação está ótima! Não sou dessas que diz que os livros são sempre melhores que as adaptações porque sei que não é verdade, e esse caso é uma prova disso.



Vem ver o que há de tão bom na adaptação que a faz ser melhor do que o livro:

03/04/2017

{Filme} Perfeita é a mãe! (2016)

03/04/2017
Olá, pessoas.
Vi algumas críticas positivas para esse filme e achei que iria me identificar. Eu estava mais do que certa!
perfeita é a mãe é bom



Três mulheres (Mila Kunis, Kristen Bell e Kathryn Hahn) com personalidades completamente diferentes acabam se conhecendo e se tornando amigas por conta de um objetivo em comum: não querem ser mães perfeitas. Querem ter o direito de errar.

Elas fazem coisas que nós, mães, queremos fazer pelo menos uma vez por semana. Uma delas  chega a dizer que sonha que sofre um acidente só pra poder ficar no hospital fazendo nada, só sendo mimada. Eu não cheguei a esse ponto, mas sabem o vídeo fake da mulher que quis ser presa pra poder ter tempo pra ler? POIS É. Não preciso falar mais nada, né? Vem ver o que achei de Perfeita é a mãe: