date Duas Leitoras | Literatura e entretenimento: {Resenha} Joyland - Stephen King

28/04/2017

{Resenha} Joyland - Stephen King

28/04/2017
joyland stephen king
Título: Joyland
Título original: Joyland
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Ano: 2015
Páginas: 240
Skoob
Avaliação: 4/5
 * livro do acervo pessoal da blogueira *
Carolina do Norte, 1973. O universitário Devin Jones começa um trabalho temporário no parque Joyland, esperando esquecer a namorada que partiu seu coração. Mas é outra garota que acaba mudando seu mundo para sempre: a vítima de um serial killer.
Linda Grey foi morta no parque há anos, e diz a lenda que seu espírito ainda assombra o trem fantasma. Não demora para que Devin embarque em sua própria investigação, tentando juntar as pontas soltas do caso. O assassino ainda está à solta, mas o espírito de Linda precisa ser libertado — e para isso Dev conta com a ajuda de Mike, um menino com um dom especial e uma doença séria.
O destino de uma criança e a realidade sombria da vida vêm à tona neste eletrizante mistério sobre amar e perder, sobre crescer e envelhecer — e sobre aqueles que sequer tiveram a chance de passar por essas experiências porque a morte lhes chegou cedo demais.

Olá, pessoas.
Tive uma experiência incrível com Stephen King, quando li O cemitério, há vários anos.
No entanto, comecei a ler O iluminado um tempo depois e a leitura não fluiu. Assim, evitei o autor até poucas semanas atrás, quando me entreguei a Joyland. Foi uma ótima experiência, embora não tão boa quanto a primeira:

Devin Jones é nosso protagonista e nos conta sobre um outono que viveu em Heaven's Bay, em 1973, no parque Joyland. Ele foi para lá para angariar alguns fundos nas férias da faculdade e também para esquecer de sua ex-namorada.

Aos poucos ele vai se encantando com as pessoas que encontra ali, fazendo amizades e percebendo que o trabalho no parque é mais que um simples trabalho. Além disso, ele descobre que ali houve um assassinato há alguns anos, assassinato que ficou sem solução. Então ele decide, junto com uma amiga que trabalha no mesmo local, desvendar o que aconteceu e, assim, eles embarcam em uma viagem que pode não ter volta.

obras de stephen king

Dev amadurece em seu novo emprego e passa a tomar decisões que não tomaria antes do parque. Tido como herói por uns e inimigo por outros, ele precisará tomar cuidado com seus passos.


Muitas pessoas dizem não ler King porque têm medo. Se você é uma dessas, não se intimide com Joyland. Embora seja classificado (erroneamente, ao meu ver) como Terror, ele tem um toque de sobrenatural, mas foca mesmo no suspense. Além disso, no final do livro você vai chorar. Isso mesmo: chorar. E não é de medo, lhes garanto!

A escrita de King é envolvente, sem enrolações e nos faz querer mais e mais. Joyland é narrado em primeira pessoa e possui capítulos curtos que são separados por pequenos corações. Nem por isso é um livro de romance! Ele fala sobre o relacionamento fracassado de Dev, desmorona em alguns momentos mas culmina num bom desfecho, surpreendente até certo ponto.

stephen king escreve suspense

Não consegui avaliar Joyland com 5 estrelas simplesmente por não entender qual era o objetivo de King. Ele mesclou um romance fracassado com um mistério sobre uma garota morta, um serial killer, uma vidente e um menino doente com dons. Eu terminei a leitura sem saber se havia lido um livro policial, fantasia, sobrenatural, drama ou o quê. Ainda assim, rendeu algumas reflexões.

stephen king na suma de letras
A diagramação da Suma de Letras está simples, mas impecável. O livro possui folhas amareladas e não lembro de ter visto erros de revisão.
 
Joyland é uma leitura recomendada por quem quer conhecer a escrita de King, tem medo de seus famosos terrores mas tem noção que essa não é a melhor obra do mestre. Também para quem quer mergulhar no mundo mágico dos parques de diversões, tendo um bom mistério como pano de fundo.
POST VÁLIDO PARA O TOP COMENTARISTA DE ABRIL 
PARTICIPE ATÉ 02/05

8 comentários:

  1. Oi, Kemmy!
    Eu gostei muito de Joyland, apesar de não ter sido muito bem recebido no público.
    Acho que o foco do King era só mostrar mesmo como todos esses acontecimentos em Joyland marcou a vida do Devin.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
  2. Eu me incluo nessas que tem medo de Ler Stephen king, então será uma boa leitura para mim. Acho que o autor quis dar uma mesclada nos gêneros, não sei se quando eu tiver a oportunidade de leitura do livro se isso fará com que diminua a nota dele.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Já tava lendo a resenha pensando "jura que vou ler esse livro, detesto terror", aí tu diz que não é de terror e me quebra as pernas hahaha realmente, parece um belo suspense, mas ao mesmo tempo dá a impressão de que as informações ficam meio no ar, sei lá. Mesmo assim, acho que não é beeem meu tipo de livro, mas meu namorado leu a resenha junto e disse "nooossa, quero muito ler Stephen King", então acho que a resenha "atingiu" bem ele hahaha

    Beijinhos :D
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Kemmy, esse livro até hoje é uma incógnita para mim, quando li também fiquei confusa em relação ao que eu tinha lido, porém, enquanto eu lia, a leitura flui super bem, por isso eu recomendo! Mas definitivamente não é um clássico terror do King.

    aboutbooksandmore.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Kemmy!
    Já tive oportunidade de ler esse livro e gostei, embora não tenha sido um dos melhores dele, na minha opinião.
    O livro tem de tudo, menos terror...kkkk
    Mas vale muito a pena a leitura, porque é como falou, a escrita do autor, envolve o leitor sem percebermos.
    Bom dominfo e feriado!
    “A sabedoria é a única riqueza que os tiranos não podem expropriar.” (Khalil Gibran)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Oii!
    Nunca li nenhum livro do Stephen King, mas tenho vontade. Fiz uma troca e peguei Joyland, mas ainda não comecei a ler. Eu jurava que era terror bem terror, qualquer dia eu começo.
    Amei as fotos, bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Sou fã da escrita de King e adoro colecionar seus livros. Ainda li pouca coisa dele, mas tenho muitos títulos adicionados a minha lista.
    Adorei a resenha e gostei de saber que esse livro foge um pouco do terror, fiquei curiosa.
    Resenha muito bem escrita.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Kemmy!!
    Ainda não li esse livro de King, mas li Misery que também não têm nada de terror na história!! Mesmo assim ainda tenho uma lista de livros desse autor para ler!!
    Beijoss

    ResponderExcluir

Os comentários passam por moderação, pois são todos lidos com muito carinho.

Ultimamente não tenho conseguido responder, mas retribuo as visitas de todos que deixam os links ao final do comentário. Beijos!