date Duas Leitoras | Literatura e entretenimento: {Resenha} O Sol também é uma estrela - Nicola Yoon

15/05/2017

{Resenha} O Sol também é uma estrela - Nicola Yoon

15/05/2017
Título: O Sol também é uma estrela
Título original: The Sun is Also a Star
Autora: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 288
Skoob
Avaliação: 4/5
* e-book do acervo pessoal da blogueira *
Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.

Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.

O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

Olá, pessoas. Bom, eu não li o primeiro livro da autora - Tudo e todas as coisas - então não sabia exatamente o que esperar de O Sol também é uma estrela. Vamos ver o que eu achei da obra?

Natasha e Daniel se encontram na grande cidade de Nova York. Ela indo em direção a pessoas que podem mudar seu triste rumo de ser deportada. Ele indo fazer uma entrevista que pode lhe colocar dentro de uma grande Universidade. Esse dia mudará a vida de ambos, mas talvez não da forma como esperavam ao sair de casa.

Uma série de acontecimentos leva os dois a se conhecerem, pequenos detalhes que podem ser destino ou simples coincidências. De acordo com Daniel, a primeira alternativa; de acordo com Natasha, a segunda. O que duas pessoas tão diferentes entre si, tanto em aparência, etnia, cultura e crenças podem ter entre si?

Você precisa ler para descobrir...

A história é intercalada principalmente entre os pontos de vista de Natasha e Daniel, mas há outros elementos que vão sendo adicionados, como histórias culturais e pontos de vista de outros personagens, como o pai de Natasha.

Até mesmo para mim, que adoro narrativa intercalada, acabou sendo um pouco confusa a forma como a autora decidiu narrar seu livro. Em vários momentos eu esquecia que aquilo tudo estava se passando em um único dia, pois ela dava alguns saltos temporais bem grandes. Sem contar que alguns capítulos tinham apenas uma linha, o que eu achei desnecessário.

Apesar de me considerar uma boa mistura de Natasha e Daniel - amante da Ciência mas também do amor e do destino -, em alguns momentos em queria bater nos dois, em especial na Natasha por ser tão cética. Ela parecia se recusar a aceitar que estava gostando do Daniel e com isso deixou algumas coisas passarem. Ainda assim, eu torci para que os dois conseguissem se livrar de seus problemas. 

Fiquei esperando para o título se explicar, e quando isso finalmente aconteceu foi um pouco decepcionante, mas faz sentido dentro do contexto. A diagramação da Arqueiro está simples, mas bonita. Não encontrei erros de revisão e também não entendi até agora os símbolos que estão acima de cada título de capítulo (se alguém puder explicar, agradeço...)

A autora não optou pelo caminho mais fácil na hora de concluir a obra e esse foi um ponto super positivo. O livro me deixou uma lição que eu creio que jamais vou esquecer, e que diz mais ou menos assim:

Destinados um ao outro não precisa ser para sempre.

Esse é um livro para quem quer uma obra que faz suspirar e refletir sobre alguns aspectos da vida, mas não é nada espetacular. Em suma, O Sol também é uma estrela é um bom livro, mas que poderia ser melhor. Indico para quem gosta de livros leves e curtinhos, daqueles que dá pra ler em uma única tarde.

14 comentários:

  1. Oi, Kemmy!
    Ao contrário de você, eu amei a forma como ela narrou e intercalou outros elementos, haha.
    Mas, confesso, eu também esquecia às vezes que era tudo num dia só.
    O fato de ser num dia só deixou tudo tão intenso e lindo.
    Amei a leitura. <3
    Mas também quis dar uns tapas na Natasha, porque eu sou muito mais Daniel do que Natasha. Não sou cética, sou cheia de amor, hahaha.
    E se eu não me engano, vi em algum ligar que os símbolos são representações do universo.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir
  2. Kemmy!
    É a primeira resenha que diz que o livro não é espetacular, como não li, nem posso analisar.
    Gosto da forma como ela abordou a diversidade e li em algum lugar que ela se baseou em sua própria história de vida, já que ela é jamaixana e o marido, coreano.
    Desejo uma ótima semana!
    “Conhecer os outros é sabedoria. Conhecer-se a si próprio é sabedoria superior.” (Lao-Tsé)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    De cara, já achei a capa do livro bem bonita e leria só por isso hahaha a história parece bem interessante, duas pessoas bem diferentes se conhecendo, dá pra desenrolar muito por aí. Eu até que gosto de capítulos intercalados com uma pessoa ou outra narrando, mas às vezes fica cansativo e confuso mesmo. Quero ler esse e o outro do mesmo autor x)

    Beijo!
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. O sol também é uma estrela ela quis dizer que a uma diferença entre os dois à distância, eu me achei um pouco parecida com a Natasha não acredito em destino, Vou adorar ler esse livro, quero saber um pouco mais da história achei interessante.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Kemmy!

    Apesar de terem me recomendado muito Tudo e todas as coisas, também não li ainda e é capaz de eu ler O sol também é uma estrela primeiro, porque é o livro que tenho aqui.
    Provavelmente, vou reparar nos mesmos pontos que você, algumas coisas não vão passar despercebidas, pois já foi o tempo que eu me deixava levar por uma reflexãozinha e um "casal" fofo. Mas ainda assim, quero ler pra saber o que a autora tem de especial para ser tão elogiada - espero encontrar a explicação rs. Tenho agonia de gente muito cética, é tão bom ter algo em que acreditar, é como ter um sentido para seguir. Por isso, provavelmente, a Natasha vai acabar me irritando, mas só lendo para saber mesmo.

    Beijos,
    Ceile.

    ResponderExcluir
  6. Oiii Kemmy tudo bem?
    Eu tenho tanta vontade de realizar a leitura desse livro de um jeito sem igual, fico feliz que tenha trazido a resenha para nós e assim pude conhecer melhor a história em si, e não vou deixar de lado os pontos que você citou e irei utilizá-los.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Não sou grande fã de livros que intercalam a leitura, sempre acabo confusa e demoro mais para processar quem são os personagens (pode ser alguma lerdeza minha, mas é verdade xD) Ainda não li nada dessa autora, talvez eu de uma chance.

    Garota do 330

    ResponderExcluir
  8. Poxa que pena que a história não tenha sido tão interessante, tenho visto que este é bem mais fraco que o outro da autora, Tudo e todas as coisas. Quando aos capítulos curtos, acredito que até ajudem a fluidez na narrativa, mas com uma linha é meio desnecessário. Quando foi anunciado esse livro, não fiquei interessada e acredito que talvez este não seja um livro para mim, mas estou curiosa quando ao Tudo e todas as coisas.

    http://www.daimaginacaoaescrita.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá, esse livro eu ainda não li, mas já li Tudo e todas as coisas, onde também há alguns capítulos bem curtos. Por eu já estar um pouco mais acostumada com a escrita da autora, talvez curta mais esse livro do que se fosse meu primeiro contato com ela.

    ResponderExcluir
  10. Que pena que quando o título finalmente fez sentido para você, a decepção tomou de conta, isso é frustrante. Me arrependi de não ter solicitado esse livro na parceria com a editora, pois deu vontade de ler, porém, não é algo que compraria.

    ResponderExcluir
  11. Vi comentários ótimos acerca desse livro e é bom ver um comentário não tão positivo assim. Ainda pretendo ler esse e o outro livro da autora e espero gostar bastante deles.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho ouvido as pessoas falarem muiiiito desse livro, e essa capa vive circulando por aí, mas acho que essa é a primeira vez que paro para ler a sinopse e resenha e curti muito ♥ Quero ler para ontem! Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  13. Pois é, eu vi esse livro na livraria e fiquei bem curiosa a respeito. Bom saber que é um daqueles livros leves perfeitos prase ler numa tarde. Já está na listinha!

    ;*

    ResponderExcluir
  14. Vi muitas pessoas comentando sobre esse livro e tô curiosa pra ler. Gosto de livros que são narrados pelos personagens intercalados. Espero compra em breve

    ResponderExcluir

Os comentários passam por moderação, pois são todos lidos com muito carinho.

Ultimamente não tenho conseguido responder, mas retribuo as visitas de todos que deixam os links ao final do comentário. Beijos!