date Duas Leitoras | Literatura e entretenimento: 2018

03/04/2018

Te digo Obrigado!

03/04/2018
“O que você diria para a última pessoa que machucou o seu coração?”

Confesso que refleti um bom tempo sobre essa questão e muitas foram as frases de ódio, rancor e ranço que vieram a mente em um primeiro momento. Dissipar o mal é sempre muito mais fácil do que disseminar amor e energias positivas.
Também me questionei muito sobre o fato desses machucados terem sido reflexo das expectativas que eu mesmo depositei em pessoas que não tinham nenhuma, repito, NENHUMA, obrigação de correspondê-las.
A facilidade de culpar o outro pelas nossas feridas traz a nós a paz momentânea que precisamos para tentar esquecer aquilo que tanto nos feriu, porém esquecemos que o fato de que essas marcas sempre estarão por lá, prontas para virem à tona no primeiro momento que você encontrar àquele que você julga ter te machucado.
Depositar a cura de uma ferida na responsabilidade de outro a ter causado é um dos piores erros que estamos fadados a cometer.
Te desafio a agradecer. Está preparado? 
Pois é, nem eu estava, porém, foi uma das melhores atitudes que tomei e é o que tento fazer para curar grande parte das feridas que carrego comigo.
Diga obrigado a pessoa que te feriu por ela ter te tornado alguém mais forte.
Diga obrigado para a pessoa que te decepcionou por ter te ensinado a não depositar suas expectativas em quem não ter o dever de correspondê-las.
Diga obrigado a quem te traiu por te ensinar que pessoas são falhas e podem errar.
Diga obrigado a quem partiu por te ensinar que tudo pode ter um fim.
Diga obrigado para aquela pessoa ser quem é e por ter te tornado quem você é hoje.

“Muito obrigado por ser quem você é!”


Agradeça e recomece, ainda há tempo...











21/01/2018

Bota a cara no sol!

21/01/2018

Hey, quantas vezes vocês já ouviu ou usou essa expressão? Mas quantas vezes você a utilizou?

Olha....se a resposta foi nunca, principalmente para a última pergunta pode estar na hora de pegar um bronze e se jogar na vida!

Saia de trás das máscaras, das fantasias, das velhas roupas que já não lhe servem mais, saia do armário, do closet, deixa de lado esse cheiro de naftalina, saia de onde estiver e viva como se ninguém estivesse te olhando, e se estiverem, faça disso a plateia do palco da sua vida colega!

Seja hétero, homo, homem, mulher ou qualquer outro gênero, desprenda-se dos seus pré-conceitos com a sua própria aparência, desprenda-se dos seus tabus, dos seus mitos, dos seus medos, encontre alguém para amar, e que esse alguém seja antes de tudo e de todos, VOCÊ mesmo!

Permita-se viver o que só você pode viver, permita-se navegar em novos mares, enfrentar tormentas e temporais, permita-se ser bússola para descobrir os novos rumos a tomar. Permita-se ser âncora para saber onde ficar e para não perder a essência que só você tem.

Bota esse sorriso na cara, ame seu corpo, ame sua vida, se joga na pista, dance, rebole, desça até o chão, cante, grite, chore, respira, inspira e não pira! 

Bota a cara no sol colega e viva, pois a vida é uma só e não estamos aqui pra brincadeira!